Gastelum é pego em doping e admite uso de maconha

abril 29, 2017

No início deste mês, Kelvin Gastelum foi retirado da luta contra Anderson Silva marcada para o UFC Rio 8, dia 3 de junho, na Arena da Barra, ao testar positivo para THC, um metabólito da maconha, no exame antidoping. Na quinta-feira o americano enviou uma carta ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva do MMA assumindo o uso da droga. A notícia foi assegurada por fontes próximas à entidade pelo Combate.com.

Kelvin Gastelum admitiu o uso de maconha e pode ter a pena abrandada por conta da confissão (Foto: Evelyn Rodrigues)

A pena mínima para uso de maconha é de seis meses. Entretanto, a confissão pode amenizar o gancho de Gastelum, que poderia receber três meses de punição. Desta maneira, ele estaria hábil para voltar a competir em julho, e o embate com Anderson Silva é uma opção.

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva do MMA trabalha em conjunto com a USADA (Agência Antidopagem dos Estados Unidos) para definirem, juntos, a punição de Ga
stelum. A data de definição do gancho, porém, ainda não tem previsão.







A notícia do doping de Gastelum veio à tona no início do mês. A amostra recolhida durante o período de competição, mais especificamente em março, quando ele venceu Vitor Belfort, no UFC Fortaleza, indicava quantidade acima do limite de 180 ng/mL.

  • Compartilhe com os amigos:

Talvez você também queira ver

0 comentários