Todas as vezes que o Chorão falou de maconha em suas músicas

maio 25, 2017


Nós do Plantacao420 resolvemos fazer uma lista de todas as vezes que o Chorão da banda Charlie Brown Jr. ou até mesmo convidados e outros integrantes citaram algo relacionado a maconha em seus sons.


Analisamos 10 CDs gravados em estúdio pra fazer essa lista.
Pra quem não sabe essa foi uma das maiores bandas do Brasil. Eles fizeram história e sempre serão lembrados, dessa vez separamos as faixas em que a maconha teve sua participação de alguma forma nas letras da banda. Se caso estiver faltando alguma, avisa a gente aí!  



Começando pelo primeiro CD da banda "Transpiração Contínua Prolongada" que foi lançado em Junho de 1997.





Faixa 01:  "O Coro Vai Comê"  
Logo na primeira música do CD, em mais ou menos 1:01 aparece a palavra "legalize"

Faixa 14:  "Festa"
Em um trecho da música que fala sobre uma festa, Chorão sabia o que não podia faltar:

"Hoje eu vou dar uma festa
Com muita erva, muita perva e muita cerva
Hoje eu vou dar uma festa"




 O segundo CD da banda se chama "Preço curto, prazo longo" e foi lançado em Março de 1999.
 

Faixa 11: "União" 
Nessa música na verdade aparece um trecho de um som chamado "Fogo na bomba" do grupo De Menos Crime. Aparentemente essa foi a única letra do álbum que teve algo relacionado a planta.

"Não tem flagrante não, não tem flagrante não
Já bolou acendeu virou fumaça
Subiu prá cuca Fim do Silêncio, De Menos Crime
Não deixa a goela
Malandro que é malandro s
empre segue o ritmo da favela
E daí como é que é?
Ha, Ha, Ha, fogo na bomba
Bebida, química, nada disso ameniza
Prefiro ficar na brisa
Sem desarrumar
1, 2, passa a bola ladrão quer fumar
1, 2, sem marcar, rapaziada firmeza
Queima o seu e fica a pampa.
Sem armas, sem drogas"






O terceiro CD chamado "Nadando com os tubarões" foi lançado em Abril do ano 2000.
 

Faixa 03: "Não é sério"
Em uma música que fala dos jovens brasileiros, aparece esse trecho:

"Também sou rimador, também sou da banca
Aperta um do forte que fica tudo a pampa


Eu tô no clima! Eu tô no clima ! Eu tô no clima
Segue a Rima!"




Faixa 05: "A Banca"
Na faixa cinco, é a parte do Helião do RZO que fala sobre nossa planta rica em THC:

"Champignon tá envolvido e todo mundo da Baixada
Só a rapa, fumaça então que faça
Vamo liberar, quem entende, é consciente
Tem moral sempre a frente, firmeza total
Não se julga o melhor, pois Deus é maioral
Quem tá legal, fuma um bamba, curte samba, RZO e Charlie Brown"




Faixa 07: "Fichado"
Nessa música existe um trecho que muitos leitores do Plantacao420 podem se identificar:

"Fichado por causa de um baseado
Perdi a conta dos enquadro"

Também podemos ver outra parte que possivelmente fala sobre

"Sangue bom... nosso sócio diz que não vai ter pra já
Pra mais vai descolar
Pra mais tarde fazermos a cabeça, sangue bom
Nem tudo foi confiscado!"



Faixa 13: "Somos extremos no esporte e na música"
No som o Chorão fala de uma coisa comum entre os maconheiros de Santos: 

"Eu sou de Santos, sou Charlie Brown
Molecada só de bomba no canal"



Faixa 15: "Pra mais tarde fazermos a cabeça"
Nessa música também cantada por Champignon, além do próprio titulo, algumas partes da letra também falam de Cannabis:

"Maloqueiragem impera
Não sobra nem a ponta"

"Fumo um negócio e enlouqueço
E tropeço direto, pro meu ensaio tocar
Fazer minha banda rolar!" (Champignon)

"Sangue bom
Nosso sócio diz que não vai ter pra já
Pra mais vai descolar
Pra mais tarde fazermos a cabeça!"


Faixa 16: "No Desafio, Ibiraboys, A União Prevalece"
Além da mesma frase da música anterior, também existem outros trechos falando da erva:

"Fumando um beck na ilha queimando, a bomba ó
To muito louco, maneiro, alucinado só"


Faixa 17: "Trocando Uma Idéia Com Deus"
Essa é a última música do CD Nadando com os tubarões e é praticamente um diálogo, onde da pra perceber que eles estão fumando.




O quarto CD da banda CBJR é chamado de "100% Charlie Brown Jr. - Abalando a sua fábrica" e foi lançado em Abril de 2001
 

Faixa 04: "Quebra mar"
Na música quatro o Chorão fala de uma outra forma que o flagrante tá na mente. Aparentemente essa é a única faixa que fala algo sobre esse assunto:

"Role no meu impala, pode acreditar
Cheiro na mão, brisa no olhar"




 O quinto CD é chamado de "Bocas Ordinárias" e foi lançado em Maio de 2002.
 

Analisamos todas as letras do álbum Bocas Ordinárias e não encontramos nada relacionado a maconha.





O sexto CD foi o último gravado antes da separação da banda, "Tamo ai na atividade" lançado em Junho de 2004.
 

Também não encontramos nada no Tamo Ai Na Atividade, analisamos as quinze faixas e em nenhum momento foi falado algo sobre a Cannabis.







O sétimo CD vem com uma cara diferente, foi o primeiro após a saída de Marcão, Champignon e Pelado. "Imunidade Musical" foi lançado em Agosto de 2005 e contou com a volta do guitarrista Thiago Castanho.

Faixa 08: "Senhor do tempo"
Talvez ele estava falando de maconha nesse trecho, dando a entender que estava em uma fase mais suave, apenas na erva:

"Vivendo nesse mundo louco hoje só na brisa
Viver pra ser melhor também é um jeito de levar a vida" 


Faixa 12: "Green Goes"
Nessa letra aparecem as palavras "blunt" e "marijuana" durante a música


Faixa 16: "Cada Cabeça Falante Tem Sua Tromba de Elefante"
A música com participação do rapper Rappin' Hood fala uma coisa muito comum entre os maconheiros, a repressão:
 
"A Babilônia loteou a Amazônia
Eles dão tapa na cara de quem fuma maconha"

Faixa 18: "O Nosso Blues"
A música 18 fala sobre um dia que um carro parou e as pessoas estavam fumando um "fat joint", ou seja, um baseadão!

"Vinha pela rua no meu passo sossegado
Quando eu vi parar do lado um belo carro importado
Eles fumavam fat joint e ouviam som bem alto
Maloqueiro quando tem estilo rouba a cena de assalto" 


Faixa 20: "Na Palma da Mão (o Ragga da Baixada)"
Na faixa número 20 do CD, uma realidade de qualquer maconheiro que vive no Brasil:

"Pois malandro verdadeiro "dichava" um do bom e na geral só deixa o cheiro."



O oitavo CD foi tem o título "Ritmo, Ritual e Responsa"e foi lançado em Novembro de 2007.

Faixa 17:  "Vivendo a Vida Numa Louca Viagem"
Aparentemente essa foi a única música que fala sobre o tema nesse álbum.Veja a frase que fala da planta:

"You fronted blame the smoke from the marijuana"




O nono CD da banda se chama "Camisa 10 Joga Bola Até Na Chuva" e foi lançado em Setembro de 2009.

Faixa 08: "O dom, a inteligência e a voz"
Após analisar todas as faixas, encontramos essa frase que fala de alguns baseados acesos:

"Vários baseados acesos iluminam a cidade
Dessa vida eu só quero amor, paz e liberdade" 





Esse foi o décimo e último CD gravado pela banda Charlie Brown Jr. "La Família 013" foi lançado em 2013 e contou com a volta de Marcão e Champignon.
 

Faixa 07: "Vem ser minha"
Nessa música novamente Chorão fala algo que sempre esteve presente na sua vida:

"Eu sigo calmo, seguro, tranquilo
Ir com ela pra uma noite muito boa
Mas antes vou jantar, vou tomar um vinho
Fumar um beck no meu carro novinho!"

Faixa 09: "Camisa preta"
Na faixa camisa preta, mais uma frase que mostra o quanto ele gostava de queimar umas bombas:

"Todo mundo sabe bem
Que a gente tira muita onda
Todo mundo sabe bem
Que a gente só queima de bomba




_______________________________________


Por hoje é isso pessoal, qualquer coisa que estiver errada, pode comentar aí!
Vamos editando se precisar arrumar algo!
Caso você ainda não saiba, se liga nessa informação:

Por que os olhos ficam vermelhos depois de fumar maconha?


Eu só quero terminar essa matéria dizendo:
CHARLIE BROWN, PORRA!

  • Compartilhe com os amigos:

Talvez você também queira ver

3 comentários

  1. a faixa 09 bons aliados do preço curto prazo longo, junto com raimundos...

    ResponderEliminar
  2. O Chorão já falou em entrevista que 'Quinta-feira' era da erva.

    ResponderEliminar
  3. broo sempre que ele fala "tcharrou ladrão" quer dizer o beck "jacarezou", expressão muito usada em Santos pra dizer que o beck ta queimando todo errado!! (tcharrou é de malandro das antiga)

    ResponderEliminar