As 4 maneiras mais saudáveis de usar maconha

junho 27, 2017

Fumar pode ser a maneira mais popular de usar maconha, mas apesar das propriedades curativas da planta, a inalação de fumaça ainda é motivo de preocupação para muitos usuários atentos à saúde.

Carcinógenos, alcatrão, papéis à base de tabaco e calor elevado podem, de fato, resultar em efeitos indesejáveis ​​na saúde quando a inalação de fumaça ocorre há longo prazo, deixando muitos se perguntando se devem mudar seu jeito de usar a planta. Pensando na redução de danos para o seu consumo, nós do Plantação420 listamos as formas mais saudáveis de usar cannabis.

Existe uma forma mais saudável de fumar maconha?





1. Vaporização

Mulher vaporizando discretamente com seu Pax (vaporizador portátil).

Sim! Com certeza existe, o método nº 1 para consumir a maconha sem prejudicar sua saúde é a vaporização. Vaporizar é um método livre de toxinas, pois o aparelho aquece sua erva a uma temperatura suficientemente alta para extrair e liberar essas substâncias em sua corrente sanguínea, mas relativamente baixa para não irritar as vias respiratórias.




A vaporização tornou-se rapidamente o método preferido de muitos fumantes, pois não é apenas mais saudável, mas muito mais discreto devido a liberação de um odor mínimo. Tenha em mente que os concentrados de cannabis, como óleos ou ceras, funcionam muito melhor com a maioria dos vaporizadores do que o uso de flores, o que pode exigir um grau de aquecimento um pouco mais elevado.

Percebam que o vaporizador é diferente de um cigarro eletrônico, já que este não tem controle de temperatura e carbura a sua erva na mesma temperatura de um baseado.

2. Pipes de água / Bong

A esquerda, um pipe de água, e a direita, bong simples sem recuo de gelo.

Bongs e pipes de água são considerados mais saudáveis ​​do que fumar um baseado, uma vez que a água resfria a fumaça ingerida antes de atingir os pulmões. Também é possível que outros subprodutos de combustão e partículas sejam filtrados pela água antes de atingir seus pulmões.

Bong com recuo para gelo (ice gong).
Quanto mais a água estiver gelada, ou ainda se o bong tiver um recuo para segurar pedras de gelo na parte interna do tubo, mais fortes são as bongadas, menores são as crises de tosse, e a irritação causada a traqueia e pulmões é reduzida drasticamente. 

Apesar dos muitos benefícios, pipes, bongs e suas peças precisam de manutenção e limpeza constantes, pois o resíduo que é deixado atrai microrganismos cancerígenos, podendo criar um quadro de sintomas, dentre eles tosse prolongada, dor de cabeça e congestão, e outros mais que listamos nessa matéria mais detalhada sobre o assunto.

3. Comestíveis

Cupcake, brownie e balas de maconha.

Uma outra forma saudável e ainda gostosa de consumir a cannabis é através dos comestíveis, que são alimentos produzidos com a infusão da maconha em óleo. Dessa forma, o corpo absorve os compostos da planta pela digestão, enquanto o intestino filtra e absorve qualquer propriedade que encontre no bolo fecal. Os efeitos demoram de 30 a 40 minutos para serem sentidos, mas em compensação duram de 2 a 5 horas (até um pouco mais, caso o usuário não consuma regularmente).

4. Pipe (simples)

Pipe de vidro simples.

No último lugar da lista ficou o pipe, ou cachimbo. Pelos mesmo motivos já mencionados, o cachimbo evite a queima de outros compostos, reduzindo a produção de substâncias perigosas para o corpo absorver. O único contra ponto do pipe simples é que, por não ter compartimento com água ou água congelada, não resfria a fumaça e, ainda pode causar algumas crises de tosse, mas nada que o beck também não cause.




  • Compartilhe com os amigos:

Talvez você também queira ver

1 comentários